DUVIDAS
  Viva Light - Todos os Direitos Reservados
Rua XV de Novembro, 474 – 5º andar – Centro – CEP: 12020-000 – Taubaté/SP - Telefone (12) 3632-4086
 

Perguntas Mais Freqüentes

O que é IMC (Índice de Massa Corporal)? O Índice de Massa Corporal (IMC) é utilizado para saber se o peso do indivíduo está adequado. A fórmula do IMC é o peso (Kg)/ estatura (m) ao quadrado. A faixa de IMC que considera o peso normal varia de 18,5 a 24,9. Assim, uma pessoa com 1,66 m e pesando 62 Kg apresenta IMC 22,5 ou seja, está com o peso adequado.

Posso ter um plano alimentar com menos calorias do que é orientado? Não. A quantidade calórica do seu plano alimentar irá fazer com que reduza de peso gradativamente. Conforme for eliminando peso poderá haver a necessidade de mudança de plano alimentar, reduzindo a quantidade calórica inicialmente estipulada. Além disso, a reeducação alimentar visa a eliminação gradativa de peso, que não deve ser superior a 1Kg/ semana. Assim, você poderá incluir uma variedade maior de alimentos e também, aqueles proibidos em dietas muito restritivas como, por exemplo, doces, chocolates e massas. Dessa maneira, você aprenderá como se alimentar, evitando o efeito sanfona, comum em pessoas que fazem uma alimentação com restrição além da sua necessidade.

É verdade que, se iniciar uma dieta muito restritiva, ficará mais difícil de emagrecer? Por quê?

Sim, é verdade. O seu organismo não consegue identificar que a restrição calórica que ele está sofrendo é somente para eliminar peso. Dessa maneira, ele lança mão de um mecanismo de defesa para se proteger de mais uma restrição. Assim, se você alternar períodos de grande restrição calórica e alta ingestão de alimentos ricos em calorias, o seu organismo irá armazenar mais facilmente as calorias em excesso na forma de gordura corporal, favorecendo o ganho de peso e dificultando o emagrecimento futuro.

Tenho que fazer todas as refeições indicadas no plano alimentar?

Sim. A soma dos nutrientes e calorias de todas as refeições do seu plano alimentar fará com que esteja ingerindo uma alimentação com restrição calórica indicada para que inicie a eliminação de peso, além de fornecer os nutrientes necessários para que não tenha uma deficiência nutricional, o que prejudicaria a sua saúde, podendo, por exemplo, apresentar anemia se a restrição de ferro for feita por um período longo de tempo.

Todos os alimentos indicados no cardápio devem ser ingeridos?

Sim. O equilíbrio da sua alimentação se deve à composição alimentar do seu plano. Dessa maneira, é importante ingerir todos os alimentos. Se for sugerida uma refeição que contenha alimentos que não são da sua preferência, faça a substituição de acordo com as opções disponíveis.

Posso deixar de fazer os lanches entre as refeições principais?

Não. Esses lanches evitam que a sua fome se acumule para a próxima refeição o que levaria a consumir mais alimentos do que o indicado ou, ainda, poderia fazer com que ficasse beliscando durante o dia o que, no final, ocorreria uma maior ingestão de calorias do que o permitido, prejudicando o seu emagrecimento. Além disso, você não deve omitir um lanche para se "presentear" com um alimento mais calórico como, por exemplo, um doce, sorvete, bolo ou salgadinho. Esses alimentos são ricos em gordura e açúcar, e apresentam mais calorias do que as contidas nos lanches indicados e, por isso, irá fazer com que o seu plano alimentar apresente mais calorias o que prejudicará a sua eliminação de peso.

Posso utilizar a tabela de substituição da Pirâmide Alimentar para trocar alimentos do plano alimentar sugerido?

Não. É preciso diferenciar o plano alimentar que é sugerido por nossa nutrionista do plano baseado no guia da Pirâmide Alimentar. O plano alimentar sugerido é baseado na distribuição de nutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) entre as 5 ou 6 refeições diárias. Já, o plano da Pirâmide Alimentar é baseado na distribuição das porções de cada grupo de alimentos. Dessa maneira, se a primeira refeição do seu dia for a sugerida no seu plano alimentar, você não deverá basear-se no guia Pirâmide para elaborar as demais refeições e, portanto, não deve utilizar a sua tabela de substituição.

Como é calculada a quantidade de calorias do meu plano alimentar?

Primeiramente, é calculada a sua necessidade de calorias que faz com que você mantenha o peso. Para esse cálculo são utilizadas fórmulas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e que consideram as seguintes características: peso, estatura, idade, sexo e nível de atividade física. Em seguida, é retira uma quantidade de calorias para que ocorra o déficit energético, ou seja, a quantidade de calorias fornecida é menor do que o seu gasto e, portanto, iniciará a eliminação gradativa de peso.

Não tenho disponibilidade de tempo para preparar as minhas refeições. O que devo fazer?

Se você faz a maioria das refeições fora de casa ou não tem tempo para preparar as receitas sugeridas, você deve utilizar o guia da Pirâmide Alimentar. Ele é simples de ser seguido, pois apresenta uma lista de substituição de alimentos que são facilmente encontrados no dia-a-dia como, por exemplo, em restaurantes por quilo ou "self-service".

Tem dias que eu não consigo comer adequadamente, exagerando, principalmente em festas, churrascos ou em um feriado. O que eu devo fazer?

Escorregadas na alimentação todo mundo faz, até as pessoas que estão dentro do peso adequado. A diferença é a freqüência com que esses deslizes são cometidos. Assim, se você exagerou um dia, não precisa se penalizar e restringir excessivamente a sua alimentação, deixando de se alimentar adequadamente e ingerindo pouca quantidade de alimentos. Você terá muito tempo para atingir o peso que deseja e, deixar de se alimentar, é um convite para você se descontrolar no final do dia.

Se eu substituir uma ou todas as refeições do meu plano alimentar, de acordo com as opções disponíveis, isso irá aumentar a quantidade de calorias que foi estipulada para eu iniciar a eliminação de peso?

Não. As refeições disponíveis no seu plano alimentar para substituição foram calculadas para que não variassem o seu valor calórico. Assim, qualquer substituição dentro do que é sugerido não acrescentará calorias ao seu plano.

Se eu modificar todo o plano alimentar sem utilizar as opções de substituição, mas conservar a quantidade de calorias recomendada, isso irá prejudicar a redução de peso ou a minha saúde?

É preciso que fique claro que alimentação não se resume à quantidade de calorias fornecida. Ela é fonte de nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais) e devem ser fornecidos em quantidades adequadas para evitar a sua deficiência. Dessa maneira, em uma reeducação alimentar, o que se pretende é atingir o peso adequado através de uma alimentação equilibrada. Sim, controlar somente as calorias não é sinal de que esteja tendo uma alimentação balanceada o que poderá trazer prejuízos para a sua saúde e dificultar a eliminação de peso.

A quantidade de calorias do meu plano alimentar sofrerá redução conforme eu for emagrecendo?

Sim. Conforme você for emagrecendo, a sua necessidade de calorias diminui e, para que continue eliminando peso, poderá haver a necessidade de redução calórica do seu plano alimentar.

Qual o horário mais adequado para as minhas refeições?

Você deve estipular os horários para as suas refeições de acordo com o seu estilo de vida. É importante que você não fique mais do que 4 horas sem se alimentar e, por isso, são necessários os lanches entre as refeições principais que devem ser feitos entre 2 a 3 horas após a última refeição.

Refrigerantes light ou diet são permitidos? Posso consumí-los livremente?

Os refrigerantes light ou diet podem ser consumidos, pois como não apresentam calorias, não irão prejudicar o seu emagrecimento. Mas, é importante que você tome o cuidado para não substituir a água pelo refrigerante. O poder de hidratação da água é superior ao do refrigerante e, por isso, ele não substitui a sua ingestão.

Qual a quantidade de café que posso ingerir por dia?

O café é rico em cafeína, um estimulante, e dessa maneira, o seu consumo exagerado está relacionado com agitação, insônia e até taquicardia. Entretanto, na dose certa, ele pode agir a seu favor, favorecendo a concentração e atenção. A quantidade recomendada é de 3 xícaras (café) por dia. E, é claro, com adoçante.

Qual a quantidade de água recomendada por dia?

A quantidade de água recomendada por dia, para que você tenha uma hidratação adequada, é de 1,5 litro. Nos dias de forte calor, você deve ingerir, no mínimo, 2 litros de água. É possível emagrecer sem praticar atividade física? Sim, mas a eliminação de peso ocorrerá mais lentamente já que a prática de atividade física aumenta o seu gasto energético.

O que devo comer antes e depois da prática de exercícios?

A atividade física não deve ser praticada em jejum. Para que o músculo se contraia, ele necessita de energia. A principal fonte de energia muscular é o carboidrato, portanto uma hora antes de praticá-la ingira um alimento rico nesse nutriente como, por exemplo, fruta, barrinha de cereais ou pão. Assim, entre os lanches sugeridos, escolha o que apresente esse tipo de alimento. Se você faz a atividade física logo após o café da manhã, você não precisa fazer o lanche deixando-o para ser ingerido logo após os exercícios, mas se for realizado mais de 2 horas após a última refeição, não deixe de ingeri-lo. Após a atividade física, você deve fazer uma refeição rica em proteínas e assim, na refeição principal seguinte, inclua carnes ou leguminosas (feijão, soja, lentilha, grão de bico) para que possa ser favorecida a síntese de proteína muscular.

É possível excluir os alimentos fonte de carboidratos?

Não. Qualquer alimentação baseada em um único tipo de alimento ou que exclui um nutriente não é indicada, pois ela traz deficiência nutricional, prejudicando a sua saúde.
Para eliminar peso sem prejudicar o seu organismo é preciso moderação, sendo permitida a ingestão de todos os tipos de alimentos.

Ingerir carboidratos à noite engorda?
Não. Se a quantidade de carboidratos não ficar concentrada na refeição noturna, mas estiver distribuída entre as refeições do dia, não há problemas em consumi-lo à noite.

A alta concentração de carboidratos à noite inibe a liberação do hormônio do crescimento (GH) que, entre as suas funções, é um estimulante da quebra de gorduras (lipólise) que ocorre com mais intensidade durante o sono. Portanto, a concentração de carboidratos à noite inibe a lipólise e, por isso, diz-se que ingerí-lo antes de dormir engorda.
Mas, lembre-se, isso só é válido se houver concentração da recomendação de carboidratos.

Por que durante o dia eu consigo deixar de comer vários alimentos, mas à noite não consigo controlar a vontade de comer, principalmente os doces?

Isso ocorre porque você restringiu demais a sua alimentação, privando-se de alimentos fonte de carboidratos durante o dia. O seu organismo precisa de carboidratos e ele irá sentir a sua falta se não for consumido na quantidade adequada.

Dessa maneira, no final do dia, você sentirá mais vontade de ingerir alimentos ricos nesse nutriente, doces principalmente. Aqui a dica é não fazer uma alta restrição de carboidratos.Ele é o nutriente que deve estar presente em maior quantidade na alimentação (50 - 60% do valor calórico total da dieta) e deve fazer parte de todas as refeições do dia. Isso evitará o descontrole à noite, o que prejudicaria o seu emagrecimento.